Skip to content

Entenda os riscos da automedicação

abr 15 2012
Entenda os riscos da automedicação

Entenda os riscos da automedicação

Não é novidade os riscos que se corre quando ocorre a automedicação. Um processo, na verdade, bem comum entre a população principalmente quando se trata de “problemas” corriqueiros, os que podemos chamar de “problemas do dia-a-dia” como dores de cabeça, enjoos e/ou diarreias por exemplo.

Os riscos da automedicação vão desde os que poderíamos considerar simples como a alergia, diarreia, tonturas e enjoos, podendo chegar em problemas mais complexos tais como, ineficácia do medicamento, potencialização de efeitos colaterais e podendo se agravar ainda mais chegando a dependência física e psicológica.

Um dos grandes problemas da automedicação por parte do usuário sem uma prescrição medica é a falta de experiência e  conhecimentos necessários para distinguir distúrbios e avaliar a gravidade.  No intuito de minimizar os problemas, cabe ao farmacêutico prestar assistência e informações detalhadas sobre os medicamentos bem como seus possíveis efeitos colaterais. Sua participação (farmacêutico) é crucial no intuito não somente da orientação para o consumo correto e adequado dos medicamentos, mas bem como para refrear o “consumo descontrolado” por assim dizer, ocasionado pelo ritmo (corriqueiro) do dia-a-dia da vida atual.

Ainda há locais que efetuam vendas de medicamento descumprindo a lei que determina a presença de um profissional de saúde qualificado (farmacêutico). Fato que fomenta o consumo excessivo e na grande maioria das vezes, desnecessário por parte do consumidor, elevando os riscos a saúde da sociedade.

Vale lembrar que o uso de cada tipo de medicamento vai depender do caso clinico de cada pessoa. Baseando-se na análise e na experiência adquirida é que o profissional da saúde irá prescrever o medicamento.  

Sabemos que há medicamentos que não necessitam, em termos de lei, uma prescrição médica, neste caso o recomendado é sempre consultar-se com o farmacêutico responsável pelo estabelecimento em que se vende os medicamentos. Busque o maior número de informações necessárias para se precaver de situações inesperadas como os efeitos colaterais, contra indicações e riscos gerais para a sua saúde, que na grande maioria são desconhecidos.

Aconselhamos sempre buscar orientação médica antes de usar qualquer medicamento.

 


Ainda tem dúvidas? Deixe seu comentário..

Ou entre em contato conosco que responderemos as suas dúvidas o mais breve possível.



Comentários

  1. Deivid Silva abril 19, 2012

    Realmente é um sério risco a automedicação http://www.lojavirtualmed.com.br/saude-e-bem-estar.html

Trackbacks

  1. online dating

Escrever um comentário para Deivid Silva

Clique aqui para cancelar a resposta.

Obrigatório

Obrigatório

Optional